Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

Insignificâncias

Posted by atrida em Quinta-feira, Fevereiro 28, 2008

Desafia-me o amigo Euro-Ultramarino a listar algumas insignificâncias a meu respeito: manias, gostos, aversões…
Aqui segue meia-dúzia que me ocorreu sem reflexões demoradas.
1) Observar representantes do belo sexo, não com intuitos lascivos mas por prazer estético. Um belo rosto, olhos expressivos, são prazeres para a alma…
2) A música faz parte da minha vida. Sejam compositores clássicos (Bruckner, Wagner, Brahms, Schönberg, Bach, Mahler e Joly Braga Santos são algumas das minhas “taras”) ou modernos (os Genesis pré-1981, King Crimson, Pink Floyd, alguns Stones, Joy Division, Massive Attack, Cocteau Twins e um longo etc.) não passo sem ouvir o mais possível, inclusive enquanto trabalho (aqui só música clássica). O leitor de CD do carro passou a ser um bem de primeira necessidade…
3) Um prato de comida tradicional portuguesa, acompanhado por um bom tinto, de preferência em algum restaurante castiço de província, é um dos prazeres da vida.
4) Brincar com os meus filhos, ler-lhes histórias, levá-los a conhecer um pouco da nossa história.
5) Um fim de semana sem assisitir a um jogo de futebol, futsal, andebol ou basquetebol em que intervenha o meu Belenenses tem um forte sabor a incompleto.
6) Odeio cerimónias de Óscares e todo o circo associado. De resto o imperialismo cultural americano põe-me fora do sério, o que não quer dizer por exemplo que não admire um John Ford (um dos maiores realizadores de todos os tempos, um poeta tradicionalista que compunha odes em película) ou não espreite de vez em quando um filme oriundo de Hollywood (o recente “Darjeeling Ltd” é bastante bom). Lembro-me sempre da frase do entretanto aggiornato Giangranco Fini quando referiu que o resultado da II Guerra Mundial selou o fim da Europa independente…
Posto isto estão desde já convocados a discorrer sobre as suas insignificâncias os seguintes confrades:
Manlius,
Simão,
João,
Pedro e
Mário.
Não se admitem esquivas.
Anúncios

4 Respostas to “Insignificâncias”

  1. Simão Agostinho said

    Responderei de imediato.

  2. Olha o Simão em casa nova, notei que já não estava há muito na blogosfera mas julguei que o tínhamos perdido, afinal anda tudo a fugir para o wordpress.

  3. Só agora vi o desafio.
    Há algum tempo, a por proposta do Misantropo Enjaulado, dei essas respostas.
    Vou tentar lembrar-me.

    Abraço e Obrigado.
    Mário

  4. […] com significado Claro que aceito, caro João. Na verdade, o meu desafio era pleonástico no que a ti diz respeito, pois o teu blogue dá largos exemplos de […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: