Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

Ingratos irlandeses

Posted by atrida em Domingo, Junho 15, 2008

A habitual atitude arrogante e complacente dos eurófilos e federastas ficou bem patente nas declarações do MNE francês, Bernard Kouchner (um socialista recrutado por Sarkozy para o seu governo), no apelo ao voto no “sim” no referendo ao Tratado de Lisboa. Afirmou o sr. Kouchner que “o não seria uma atitude ingrata dos irlandeses. Seria muito perturbador se não pudéssemos contar com os irlandeses, que no passado contaram e muito com o dinheiro da União Europeia”. Descodificando: “nós damo-vos a massa e vocês dão-nos carta branca para vos governarmos como nós bem entendemos”.

Um discurso exemplar que caracteriza na maravilha a ideologia contemporânea: os povos abdicam da sua soberania e da sua dignidade em troco de uns euritos de “coesão”. Se isto não é prostituição…

Fosse por perderem um comissário, fosse por rejeitarem o princípio da maioria ou por perderem o direito de veto, fosse também pela crise económica que vai crescendo na Europa, a verdade é que no único país que consultou a população ficou bem à vista o fosso entre o parlamento e o país real, entre os que tentam construir certa Europa nas costas dos povos e a percepção destes de que estão a ser enganados com cantos de sereia.

Gerry Adams, antigo (?) amigo dos terroristas do IRA, disse que o “não” foi uma vitória dos que pretendem uma Europa Social. E, diria eu, de umcerto resquício de orgulho nacional e de espírito nacionalista numa nação independente há menos de um século e já presa das garras do monstro europeu. Em suma, uma curiosa aliança entre resistência ao liberalismo e à mundialização em curso.

Advertisements

2 Respostas to “Ingratos irlandeses”

  1. anonimo said

    Diário Digital, 01-07-2008

    «O presidente polaco, Lech Kaczynski, anunciou que não assinará o Tratado de Lisboa, sustentando que ele está agora «sem substância», depois da recusa dos eleitores irlandeses a ratificá-lo, numa entrevista publicada hoje.»

  2. Maria said

    É muito bem feito, para os tratadistas farsantes não se armarem em espertos. Viva o presidente polaco, viva a Polónia! E viva a Irlanda!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: