Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

Jörg Haider, 1950-2008

Posted by atrida em Domingo, Outubro 12, 2008

Para o bem e para mal, tal como Jean-Marie Le Pen, Jörg Haider marcou a política europeia dos últimos vinte anos. Mais do que um político de extrema-direita, representou uma corrente populista e demagógica que cresceu na base do receio pela crescente imigração que tem assolado a Áustria e a Europa.

No meio das suas tiradas deliberadamente chocantes para  o establishment não é fácil discernir um pensamento  político coerente. Entre o elogio da política de emprego do III Reich e a defesa da entrada na Turquia na União Europeia são várias as posições aparentemente incongruentes do líder caríntio.

Para mim, o que mais reterei do personagem é a sua coragem em afrontar as hipocrisias da democracia ocidental, bem reveladas aquando do episódio do governo de coligação (2000), com a histeria eurocrático-politicamente correcta a impor sanções à Áustria: não deve ter havido muitas situações em que melhor ficasse espelhada a hipocrisia dos “defensores da liberdade”: o voto é bom desde que o resultado das eleições seja “aceitável”.

Tal como Le Pen, também Haider viveu a “clássica” cisão do movimento de direita populista que liderava. Triste ironia, prevê-se que a sua morte acelere a reconciliação entre os dois partidos, algo que pode ser decisivo para abalar em definitivo a política de destruição da Europa pela deliberada substituição de populações e a promoção descarada da miscigenação visando a aniquilação da identidade europeia.

Anúncios

6 Respostas to “Jörg Haider, 1950-2008”

  1. manuel said

    Eu penso que a posição de Hader sobre a Turquia e a UE não seria bem a que o texto sugere. Ainda recentemente Haider deu escândalo por criticar a presença das selecções de futebol da Rússia e da Turquia no campenato europeu, precisamente por considerar esses países não-europeus.
    Já depois disso, na sua última entrevista ao Euronews, foi-lhe feita a pergunta:

    – Acha que a Turquia poderá integrar a União Europeia?

    – Jörg Haider: Acho que a Turquia é um estado ambíguo, não é asiático, nem europeu. É por isso que é necessário encontrar um caminho específico para a Turquia. Para nós, a Turquia é certamento um parceiro importante para uma aproximação, nomeadamente no domínio da política energética. Devemos assegurar o nosso fornecimento em gás e petróleo vindo do Cáucaso e da Ásia Ocidental para evitar que dependamos apenas da Rússia.

    (a mim parece-me que Haider está a expimir um pensamento estrategicamente fundamentado, mas não a defender a entrada da Turquia na UE )

  2. Anónimo said

    Mais um assassinado em nome dos “bons”.

    Optio

  3. Atrida said

    Caro Manuel, baseei-me em leitura que fiz em iht.com, não li a frase em que o jornalista teria pegado. Também na Wikipedia se diz que, ao contrário do próprio partido, se pronunciou a favor da adesão da Turquia («Anders als die FPÖ sprach er sich selbst jedoch für einen Beitritt der Türkei zur Europäischen Union aus.»)
    http://www.iht.com/articles/ap/2008/10/12/europe/EU-Austria-Obit-Haider.php
    http://de.wikipedia.org/wiki/J%C3%B6rg_Haider

    Optio, o nosso campo é propenso a teorias da conspiração mas sem provas concretas essas insinuações não têm valor.

  4. pvnamII said

    «visando a aniquilação da identidade europeia»

    CÚMPLICES DO ETNOCÍDIO EUROPEU
    —> São aqueles que andam por aí a espernear… não assumindo o óbvio: não há concorrência possível com Bandalhos… que pretendem andar no planeta a realizar Negociatas de Lucro Fácil:
    – não pagar os necessários – e caríssimos – custos de renovação demográfica…
    – curtir abundância de mão-de-obra servil…
    – etc

    NOTA:
    —> Os Bandalhos Brancos são, sem dúvida alguma, Bandalhos da Pior Espécie -> veja-se esta situação inqualificável: eles criticam a repressão do Direitos das mulheres… mas em simultâneo… pretendem aproveitar a ‘boa produção demográfica’ dos povos que reprimem os Direitos das mulheres, com o objectivo de resolver o seu problema demográfico!

  5. O. Braga said

    Este texto faz uma abordagem correcta sobre o político e a política austríaca — do princípio ao fim.

  6. Anónimo said

    Haider Wir alle werden dich vermissen! Ruhe im Frieden!
    Mit Hochachtungsvoll!!!

    Andrea/Linz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: