Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

Os eleitos

Posted by atrida em Sexta-feira, Março 20, 2009

Do Diário Digital: Uma das t-shirts mostra uma palestiniana grávida no centro de uma mira e tem a legenda «Um tiro, duas mortes». A outra t-shirt apresenta uma criança com uma arma no centro de uma mira e tem a inscrição «Quanto mais pequeno mais difícil». Outra das t-shirts mostra um soldado israelita a fazer explodir uma mesquita, com os dizeres «Apenas Deus perdoa». Uma outra apresenta uma palestiniana a chorar junto ao seu filho morto e diz «Era melhor usar Durex».

Estas singelas t-shirts são orgulhosamente envergadas por membros das forças armadas israelitas. O porta-voz destas pode condenar à vontade os soldados que as vestem e exibem mas os soldados apenas reflectem grosseiramente aquilo que o próprio exército sempre demonstrou nos conflitos em que interveio: um desumano desprezo pelas populações inimigas.

Esta notícia é publicada no mesmo dia em que Shimon Peres, presidente de Israel, exorta o povo iraniano a aderir ao grupo das “nações iluminadas”, nas quais aparentemente Israel se integra. É caso para dizer que o conceito de “iluminado” permite diversas interpretações. Peres apela ainda para que as crianças não sejam alimentadas a urânio (sic) nem a ódio, uma área em que realmente Israel dá cartas, desde este caso das t-shirts até aos escritos de jovens judeus em mísseis a “enviar” para Gaza com os “cumprimentos de Israel”. Se há algo de “iluminado” no estado sionista é a luz emanada pelas frequentes explosões provocadas nos territórios ocupados.

Peres termina a sua exortação no tom habitualmente arrogante e ameaçador: «Ouvimos, nos mais de 4.000 anos da nossa existência, muitos discursos, muitos anti-semitas, muitas pessoas que nos queriam destruir; mas nós sobrevivemos – e eles não».

Parafraseando alguém, quem se mete com Israel – leva.

Anúncios

3 Respostas to “Os eleitos”

  1. Este é um dos temas sobre os quais tenho reflectido, e sobre o qual muito gostaria de trocar impressões.
    Eu inclino-me a pensar que poderemos estar em vias de assistir a mudanças de capital importância, ainda no nosso tempo.
    Penso que os judeus podem estar neste momento histórico nos EUA na mesma situação em que se encontraram um dia na Babilónia e no Egipto…
    E veremos.
    Quanto a Israel, o seu destino depende inteiramente dessa evolução.
    A entidade sionista só poderá subsistir enquanto houver meios humanos e materiais para a sustentar – tal qual como os reinos francos nascidos das cruzadas.
    E podemos estar próximos do instante em que os meios escasseiem, as fontes não são inesgotáveis…

  2. Anónimo said

    Recomendo: http://maquinazero.wordpress.com/

    (espero

  3. Anónimo said

    espero que a “iconografia” diversa que por lá é abordada mereça igual atenção e indignação.

    o comentário anterior é de grande importância científica, pois demonstra (beyond reasonable doubt) que existe vida fora do planeta Terra.

    “poderemos estar em vias de assistir a mudanças de capital importância, ainda no nosso tempo.”

    Poderemos não.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: