Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

José Franco, 1920-2009

Posted by atrida em Segunda-feira, Junho 1, 2009

SobreiroFaz já cerca de um mês que faleceu José Franco, o mestre-artesão que criou a magnífica aldeia miniatura no Sobreiro, arredores de Mafra.

A aldeia, uma espécie de Portugal rural dos pequenitos, procura reproduzir o modo de vida tradicional de tantas aldeias do Portugal de antanho. Caracterizam-se os ofícios tradicionais (do moleiro ao sapateiro), mostram-se em miniatura cenas da vida rural, com elaborados mecanismos que hoje nos podem parecer algo incipientes mas que contêm a ingenuidade e engenho do artesão. Reproduzem-se os interiores das casas típicas, com os seus objectos característicos, a sua mobília, as enxergas, as caminhas de bebé. Pode-se também visitar uma sala de aula à antiga, com as saudosas carteiras de madeira escura inclinadas, o mapa mundo antigo e, pormenor que não deixará de agradar ao nosso amigo Sarto, um retrato de São Pio X, o grande papa anti-modernista cuja mensagem a cada dia que passa nos parece mais actual.

Na última visita reforcei a ideia de que a aldeia está em risco, dada a fraca manutenção dos apetrechos, a sujidade e uma impressão geral de declínio. Vamos ver se os herdeiros do artesão estão à altura das suas responsabilidades: manter de pé, dignamente, um testemunho comovente do Portugal que foi, de uma parte importante da nossa memória e da nossa identidade, no fundo um outro Museu de Arte Popular, que é um dos orgulhos do município mafrense e do português que se orgulha de o ser.

Anúncios

5 Respostas to “José Franco, 1920-2009”

  1. manuel said

    Também estive lá há pouco tempo.
    No caminho para a Ericeira, gosto de parar por ali.
    E também suspeito que pelo menos nos moldes actuais a aldeia deve estar ameaçada.

  2. Quando lá estive, comovi-me com o que nela encontrei da aldeia que conheci nos primeiros anos de vida: a cozinha da minha avó estava lá…

  3. Bom, pelo nome não sei – sou açoriano, ainda não me habituei bem a esta margem do Atlântico – mas é aqui que fazem o famoso pão-com-chouriço?

  4. fsantos said

    Manuel: e ao que sei a relação de Mestre Franco com a família não era famosa nos últimos tempos.
    Cristina: é essa autenticidade que toca os visitantes.
    Flávio: de facto há uma espécie de tasca onde servem uns gigantescos pães com chouriço, que são quase um almoço. Sem dúvida já dariam para aguentar uma tarde nos campos!

  5. Manuel said

    É importante para a defesa e futuro de Portugal dar força ao projecto do PNR. Contamos contigo. Não fiques em casa esperando que a mudança aconteça. Participa nela e castiga aqueles partidos que criaram nos portugueses a sensação de que não vale a pena votar. No próximo dia 7 de Junho, na Eleição para o Parlamento Europeu, os portugueses precisam de dar um sinal claro de que querem mudar o rumo de Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: