Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

  • Artigos Recentes

  • Arquivos

  • Comentários Recentes

    hdocoutto em Para acabar de vez com o mito…
    Fernandes em Para acabar de vez com o mito…
    Rui tojal em Para acabar de vez com o mito…
    afmsjksua@gmail.com em Dostoievski sobre os jude…
    Aalborgsteamcarwash.… em “Imigrante ambiental…
  • Blog Stats

    • 80.335 hits

Posts Tagged ‘25 de Abril’

Comemorar o quê?

Posted by atrida em Sábado, Abril 25, 2009

Sondagem do SAPO: “Vai comemorar o 25 de Abril?”

Resultados à hora a que escrevo (10 da manhã): sim – 15%, não – 78%, ainda não decidi – 7%.

Posted in 25 de Abril | Com as etiquetas : | 2 Comments »

Blogue do dia

Posted by atrida em Sábado, Abril 25, 2009

Naturalmente: Abril, Prisões Mil!

Posted in 25 de Abril | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Era bastarda

Posted by atrida em Sábado, Abril 25, 2009

«Naturalmente – é isso que se comemora nestes 10 anos de «25 de Abril» – que surgiu um novo tipo, um novo esquema de profissões: os políticos, os estadistas, os governantes ou como tal denominados, autodenominados é mais exacto! E esses, relapsos ao trabalho, relapsos à verdade, relapsos à prática do Bem e da Virtude, irrompendo das alfurjas, da clandestinidade, da pseudoexpatriação, falsos deportados, muitos deles falsos presos do «fascismo», alguns formados com cursos universitários à custa dele…, ministros, deputados, membros de partidos, chefes putativos seja do que for, logo se espanejaram ao sol da exibição como incansáveis «voyajeurs» por toda a parte onde fosse possível esbanjar uns contos de reis, umas dezenas, umas centenas ou mesmo uns milhares… Para que servia, no fim de contas, a delituosa «pesada herança»? E quando ela se acabasse, haveria ainda solução para a dificuldade: este país ainda tinha crédito lá fora, tinha um património cá dentro e era detentor de posições valiosas… Que era indispensável corromper também. Pedia-se – e pediu-se – emprestado, quase sempre como quem mendiga, rastejando e de carapuço enrodilhado nas mãos. O que era indispensável era que prosseguissem as passeatas inúteis e as jantaradas de nababos!…

«A factura, essa, fica para os nossos filhos, para os nossos netos, para os nossos bisnetos, para os nossos tetranetos, enquanto o território e as suas posições se vão progressiva mas inequivocamente transformando em colónia dos colonizadores que não soubemos manter distantes e afastados da cobiçada presa…»

Mattos Gomes, “A Década Bastarda: Abril de 1974 a Abril de 1984”, Edições Fernando Pereira, 2ª edição.

Posted in 25 de Abril | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Ordinário

Posted by atrida em Sábado, Abril 25, 2009

Era uma das figuras do marcelismo mas Ramiro Valadão estava inteiramente certo quando disse: «O 25 de Abril é o acontecimento mais ordinário da história deste país.»

Posted in 25 de Abril | Com as etiquetas : | 1 Comment »

Leituras recomendadas

Posted by atrida em Quarta-feira, Maio 7, 2008

Neste fim de semana adquiri duas obras recentemente editadas no nosso país e que vivamente recomendo. Uma, já aqui evocada pelo amigo Nonas, é “25 de Abril: a revolução da perfídia”, pelo General Silva Cardoso (Ed. Prefácio); a outra, uma reedição das “Viagens de Pêro da Covilhã” (a primeira edição é de 1898), pelo Conde de Ficalho (Ed. Fronteira do Caos). Esta última obra é verdadeiramente fascinante e narra a expedição de que foi incumbido Pêro da Covilhã pelo rei D. João II de encontrar o reino do mítico Preste João. A narrativa agarra o leitor desde as primeiras linhas e mergulhamos fascinados na épica expedição que levou Pêro da Covilhã a chegar à Índia (pelo Mar Vermelho) dez anos antes de Vasco da Gama.

Posted in 25 de Abril, Conde de Ficalho, General Silva Cardoso, Pêro da Covilhã | Com as etiquetas : , , , | 2 Comments »