Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

  • Artigos Recentes

  • Arquivos

  • Comentários Recentes

    hdocoutto em Para acabar de vez com o mito…
    Fernandes em Para acabar de vez com o mito…
    Rui tojal em Para acabar de vez com o mito…
    afmsjksua@gmail.com em Dostoievski sobre os jude…
    Aalborgsteamcarwash.… em “Imigrante ambiental…
  • Blog Stats

    • 80.334 hits

Posts Tagged ‘conflitos étnicos’

A (quinta da) fonte dos problemas

Posted by atrida em Terça-feira, Julho 15, 2008

Após semanas de trabalho intenso, que pouco tempo livre me deixaram para blogar, aproveitei para gozar umas mini-mini-férias, longe de computadores e net, sem pegar em jornais nem ver televisão. Descansar do trabalho – e do país (ou do que resta dele).

De regresso à labuta e aos problemas, destaca-se na actualidade a guerra civil num subúrbio de Lisboa, palco de afrontamentos entre ciganos e africanos, que meteu feroz tiroteio, oportunamente captado por câmaras de televisão, que impediram que o governo e as boas consciências anti-racistas abafassem o problema.

Se bem que do caso sobressaia a questão da imigração, em particular de alguns dos seus efeitos, há outros factores a ter em conta:

– a ausência de segurança em largas áreas urbanas de Portugal;

– o crescimento ao longo de décadas de bairros a que com mais propriedade se chamaria anti-sociais, com interessante incidência em diversos concelhos que durante muito tempo foram (ou são ainda, como Almada) de maioria comunista (que pratica(ra)m a replicação dos insalubres e deprimentes blocos de apartamentos onde os dirigentes da Europa de Leste enclausuraram o desgraçado do “homem novo”);

– a consagração prática da limpeza étnica do bairro em questão, onde a facção melhor armada e preparada para o combate obteve a expulsão do inimigo;

– o contraste brutal entre, por um lado, país político e país real e, por outro, o mundo das ideologias distanciadas das realidades e a realidade da coexistência de comunidades que se detestam e são forçadas a coabitar.

E, claro, temos a questão da imigração desregrada e do amaciar do pelo dos “coitadinhos dos imigrantes que nos demandam em busca de uma vida melhor que muitas vezes é negada pelos malandros dos autóctones”, alvo de todas as compreensões e desculpabilizações, de que o expoente máximo foi a ridícula visita de Jorge Sampaio à Cova da Moura após o arrastão de Carcavelos, há dois anos. Na altura o presidente da república procurou saber (quiçá pedinchou) junto do embaixador de Cabo Verde se a sua segurança estaria assegurada. Como é que se pode esperar que “eles” nos respeitem se o principal órgão de soberania se degradou e desqualificou aos seus olhos, envergonhando o país e dando a entender que este é território ocupado: por meliantes – muitos deles imigrantes (envergonhando também os imigrantes honestos e trabalhadores) – e por pulhíticos que parecem apostados em liquidar o que resta do que em tempos foi um grande país, digno e de elevados horizontes.

Posted in conflitos étnicos, imigração | Com as etiquetas : , | 1 Comment »