Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

  • Artigos Recentes

  • Arquivos

  • Comentários Recentes

    hdocoutto em Para acabar de vez com o mito…
    Fernandes em Para acabar de vez com o mito…
    Rui tojal em Para acabar de vez com o mito…
    afmsjksua@gmail.com em Dostoievski sobre os jude…
    Aalborgsteamcarwash.… em “Imigrante ambiental…
  • Blog Stats

    • 80.332 hits

Posts Tagged ‘Hamas’

Esta terra é minha

Posted by atrida em Quinta-feira, Janeiro 8, 2009

february_10_2005_palestinian_boys_look_at_israeli_soldiers_photo_by_nayef_hashlamoun1

Quem detém o livro da Bíblia, quem se considera como o povo da Bíblia, deve possuir todas as terras bíblicas. 
General Moshe Dayan, “Jerusalem Post”, 30 de Agosto de 1967.

Para nos convencer que antes de Israel a Palestina era um deserto, centenas [385 de um total de 475] de aldeias foram arrasadas por bulldozers – as suas casas, muros, cemitérios e túmulos.
Israel Shahak, “Racism and the State of Israel”, pág. 152.

Digo e repito: o Hamas sabia o que é que o seu cessar-fogo ia provocar; sabia que a reacção seria violentíssima, impiedosa, bárbara – israelita. E foi. O que não desculpa essa mesma reacção, que alguma mídia, com pudor, caracteriza como “desproporcionada”. Na verdade, Israel já demonstrou em 60 anos de existência do seu estado – erigido no terrorismo e mantido com terrorismo de Estado – que todos os meios são válidos para a afirmação do Grande Israel. Para Israel e para o Hamas a paz é uma palavra vã; mas se este último é tratado a nível internacional como “organização terrorista”, já aquele, que muitos realçam como a única democracia do Médio Oriente, continua a ter livre rédea para tratar os palestinos como sub-homens. Mas com a pusilânime ONU, com os colaborantes EUA, com a triste figura feita pela maior parte dos estados árabes, a sua política tem ainda muitos anos de sucesso garantido.

Posted in Hamas, Israel | Com as etiquetas : , | 2 Comments »

Jogos do Médio Oriente

Posted by atrida em Sábado, Janeiro 3, 2009

O Hamas anunciou que ia terminar o cessar-fogo. Israel esfregou as mãos e, aos primeiros rockets Qassam que aterraram no seu território, ripostou com ferocidade desumana. Aparentemente neste momento já começou a ofensiva terrestre. Hamas e Israel parecem o cão e o gato, aquele provocando este, este aproveitando a deixa para afirmar posições.

Ambos são inseparáveis e cínicos. O Hamas sabe que nunca conseguirá derrotar Israel, mas vai provocando o estado sionista, sabendo que a resposta é certa: mortos e mais mortos, muitos deles civis, infra-estruturas destruídas, miséria e total dependência dos palestinos face à ajuda externa. Já Israel agradece o pretexto para manter Gaza num estado de total indigência, reafirmando a sua supremacia no terreno. E à Autoridade Palestiniana, perante a barbárie da reacção israelita, nada mais resta que endurecer o discurso, afastando-se de qualquer posição negociada com Israel. Que fica a esfregar as mãos. Como o Hamas.

Posted in Autoridade Palestiniana, Hamas, Israel | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »