Odisseia

«Mas está oculto no seio dos deuses se voltará ou não, para se vingar deles na sua casa.» (Homero)

  • Artigos Recentes

  • Arquivos

  • Comentários Recentes

    hdocoutto em Para acabar de vez com o mito…
    Fernandes em Para acabar de vez com o mito…
    Rui tojal em Para acabar de vez com o mito…
    afmsjksua@gmail.com em Dostoievski sobre os jude…
    Aalborgsteamcarwash.… em “Imigrante ambiental…
  • Blog Stats

    • 80.334 hits

Posts Tagged ‘Paulo Porto’

Fitas democráticas

Posted by atrida em Segunda-feira, Outubro 20, 2008

O processo que conduziu à saída do nosso amigo Paulo Porto (*) do rol de colaboradores do blogue Corta-Fitas é exemplar. Exemplar do estado podre em que se encontra a livre expressão de ideias nesta democracia hipocritamente apostada em censurar toda e qualquer opinião que vá contra os “credos comummente aceites” (sic! – vidé este postal, que de resto, muito democraticamente, não pode ser comentado), ao mesmo tempo que continua a arvorar-se em defensora das liberdades.

Convidado à “moderação”, obviamente que um Senhor como o Paulo mandou-os, educadamente, passear e bateu com a porta. Os que ficaram (sim, houve abandonos solidários) desmultiplicam-se em argumentações que só convencem os tolos – quando não caem na grosseria típica de gente de má índole.

Exemplar também o facto de o Corta-Fitas contar entre os seus colaboradores com jornalistas, aquela criatura coeva que sabe o que pode e o que não pode escrever num jornal e que, em busca de maior liberdade de escrita, vem para a blogosfera – fazer a mesma figura. Outra prática da casa é não fazer ligações para páginas que os seus colaboradores até lêem mas que não “fica bem” incluir na lista de ligações. Avisei o Paulo disso logo no seu postal de estreia, algo constrangido por estar a fazer figura de desmancha prazeres num momento em que o Paulo estava radiante por voltar às lides de onde nunca deveria (nem, no fundo, quereria) ter saído.

Infelizmente, era de prever que isto viesse a ocorrer. Quando não se consegue contrariar as opiniões alheias com argumentos válidos convida-se o iconoclasta à “moderação”, chama-se-lhe “totalitário” ou “miguelista” e arruma-se a questão. Cala-se uma voz incómoda e bingo para o estalinismo democrático.

Um forte abraço para o Paulo.

(*) Anteriores páginas do Paulo: O Misantropo Enjaulado, Calma Penada e As Afinidades Efectivas.

Posted in blogosfera | Com as etiquetas : , | 6 Comments »